sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

CASA CHEIA Reunião do Ssms Sindicato X PMS

CASA CHEIA....
Assim foi a assembleia geral extraordinária ocorrida na tarde desta quinta-feira 12, na sede do Ssms Sindicato, com presença maciça dos servidores públicos municipais, prefeito Ofirney Sadala e sua equipe de governo.
A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sentadas, multidão e área interna

 presidente do Ssms (Sindicato dos Servidores Municipais de Santana), o Sr°  José Conceição Da Silva Batista, cobrou uma postura por parte da administração no sentido de resolver o problema de atraso do pagamento referente aos meses de Novembro, Dezembro e Décimo terceiro de 2016 dos servidores efetivos, assim como vários meses do contrato administrativo referentes a vários meses dos anos de 2014/2015 e 2016.

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sentadas e área interna

O professor Serginho Guedes, presidente do Sinsepeap/stn, cobrou informações sobre os recursos do Fundeb, já que estes recursos pertencem exclusivamente a educação.
O prefeito se justificou dizendo que até aquele momento não tinha nem uma informação precisa sobre os recursos existentes nas contas do Município de Santana, por falta de uma senha que segundo ele ainda não foi confeccionada pelo Banco do Brasil, que é quem gerenciá as contas da prefeitura, mas ainda segundo ele até o final do dia de hoje este problema deve ser resolvido e então ele irá abrir às contas do município para que os sindicatos tomem conhecimento dos recursos existentes e então possa começar a efetuar o pagamento dos servidores.
O vereador Genival Oliveira, colocou-se à disposição dos sindicatos para acompanhar nas reuniões e na busca de uma solução para este problema que não é só da prefeitura, mas sim de toda a sociedade.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas, multidão e área interna

Já o secretário de fazenda do município, Disse que para ele à prioridade é o pagamento do mês de Janeiro, o que causou indignação em todos os presentes, uma vez que vai de encontro com todas as expectativas dos servidores, dos sindicatos e da fala do próprio prefeito que afirma ter como prioridade os vencimentos atrasados dos servidores. - Destacou o Ssms.

Nós do SSMS e SINSEPEAP, não vamos permitir nem aceitar este tipo de conduta por parte da gestão.

Fontes: Ssms Sindicato

Nenhum comentário:

Postar um comentário